Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

21/10/2017 - 00:10

Sao Luis: Algumas Nuvens, 27 °C

Presidente da Câmara pega carona em avião da FAB e diz que pagará passagem dos familiares

Presidente da Câmara pega carona em avião da FAB e diz que pagará passagem dos familiares

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) (na foto com renan Calheiros, presidente do Senado) usou um avião da Força Aérea Brasileira para viajar ao Rio de Janeiro com sua noiva e outros parentes. O grupo todo assistiu à final da Copa das Confederações entre Brasil e Espanha, no Maracanã, usando assentos normais, e não aqueles destinados aos VIPs.

A denúncia foi feita pelo jornal Folhas de S. Paulo desta quarta-feira (03). Pressionado pela repercussão negativa da carona aérea no voo da alegria com avião comprado, pago e mantido com dinheiro público, o deputado se desculpou em nota à imprensa.

O deputado disse que tinha um almoço oficial com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB-RJ). Mas, segundo a Folha, o voo deixou Natal sexta-feira à noite e só voltou domingo, após o jogo.

Na nota, a assessoria de Alves afirma que “o presidente reconhece que a concessão da carona foi um equívoco e que, por dever, imediatamente, o corrige”.

Segundo a reportagem da Folha, a noiva do deputado Laurita Arruda estava entre os convidados. A lista dos caronas mostra ainda o irmão de Laurita,  Arturo Arruda e a esposa, Larissa. Um filho do presidente da Câmara também viajou ao Rio de Janeiro.

A agenda de Alves a serviço incluiu almoço com o prefeito Eduardo Paes e com o virtual candidato a presidente da República, Aécio Neves (PSDB-MG). Por lei, o presidente da Câmara pode viajar em aviões da FAB em emergências médicas e a serviço ou em deslocamento para a residência permanente. A lei não menciona nem autoriza caronas.

“Houve agenda previamente divulgada com o prefeito Eduardo Paes, que me recebeu para um almoço-reunião na Gávea Pequena, onde conversamos no sábado pela manhã. O meu erro, e isso eu reconheço, foi ter permitido que pessoas me acompanhassem, pegando carona no meu voo para o Rio de Janeiro. E por esse erro, estou reconhecendo aqui, já mandei ressarcir o valor de cada passagem correspondente”, afirmou Alves nesta quarta, ao chegar à Câmara.

Eis a nota oficial divulgada pela assessoria  do presidente da Câmara.

"Nota de esclarecimento do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves

O deputado Henrique Eduardo Alves ordenou ao seu gabinete parlamentar que fizesse o imediato recolhimento aos cofres públicos dos valores correspondentes às passagens Natal-Rio-Natal, relativos à carona oferecida em avião da FAB, por disponibilidade de assentos, a familiares, dias 28 e 30 de junho.

O deputado Henrique Eduardo Alves esteve no Rio de Janeiro cumprindo agenda previamente acertada com o prefeito da cidade, Eduardo Paes. No sábado, 29, os dois participaram de uma reunião almoço, na residência oficial, na Gávea Pequena. O presidente reconhece que a concessão da carona foi um equívoco e que, por dever, imediatamente, o corrige".
 





Notícias

greg

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

E-mail: