Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

20/10/2017 - 05:54

Sao Luis: Algumas Nuvens, 26 °C

OMS associa diminuição de açúcar à redução de cáries e ganho de saúde

OMS associa diminuição de açúcar à redução de cáries e ganho de saúde

A saúde bucal é uma das principais preocupações da Organização Mundial da Saúde, que divulgou novas diretrizes sobre a ingestão de açúcar.

O ideal é reduzir o consumo de açúcar em todas as suas formas para menos de 10% de todas as calorias diárias ingeridas. Em um passo adiante, reduzindo ainda mais esse consumo para 5% – seis colheres de chá por dia –, o ganho será maior.

Estudo publicado pela organização no ano passado diz que, para combater efetivamente o surgimento de cárie, a recomendação global é reduzir mais ainda a ingestão de açúcar, restringindo a 3%. Além do açúcar que usamos para adoçar bebidas e preparar sobremesas, também os alimentos que levam açúcar em sua composição, como refrigerantes, doces, balas, molhos, ketchup etc., contribuem para o enfraquecimento dos dentes e o aparecimento de lesões de cárie.

Apesar de os problemas de saúde bucal serem muito pouco comunicados à OMS, pesquisadores dizem que o açúcar também está associado a uma alimentação mais empobrecida do ponto de vista nutricional, ao ganho de peso e obesidade, além de aumentar os riscos para doenças crônicas. O intuito desse tipo de estudo é pressionar a indústria para que novas regras sejam estabelecidas com relação à adição de açúcar à composição dos alimentos e garantir que as campanhas defendam os interesses da população – como as campanhas antitabagistas.

“A bem da verdade, não é o açúcar que estraga os dentes. Mas, o ácido produzido quando comemos açúcares e carboidratos. Esse ácido ataca sem piedade o esmalte dos dentes, podendo resultar em lesões de cárie e outros problemas orais mais graves. Além de reduzir a ingestão de doces e balas, o ideal é escovar os dentes imediatamente depois de se alimentar, lembrando de jamais ir para a cama sem providenciar uma boa higiene bucal. Outra dica é reduzir a ingestão de café e chá durante o dia. Tem gente que, ao longo da jornada de trabalho, toma café de hora em hora. Além do tanino, que mancha o esmalte dos dentes, normalmente essas bebidas são adoçadas com açúcar refinado – uma combinação terrível para a beleza do sorriso”, diz Sandra Kalil Bussadori, professora de Odontopediatria.

Outra recomendação da especialista é ingerir, desde pequenos, bastante água durante o dia. Além de fazer bem para a saúde, é ótimo para os dentes. “Uma grande qualidade da água é sua capacidade de ‘lavar’ a boca, impedindo altas concentrações de bactérias que resultam em formação de lesões de cárie e outras doenças orais. Mas, atenção: a água engarrafada não tem a mesma concentração de flúor que a água potável, tratada e distribuída nas residências brasileiras. E é graças ao flúor que a estrutura dos dentes se torna mais resistente a lesões de cárie. Sendo assim, o ideal é encher uma garrafinha com água várias vezes ao dia para se hidratar como se deve.”

 





Notícias

greg

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

E-mail: