Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

21/10/2017 - 00:09

Sao Luis: Algumas Nuvens, 27 °C

Forte Santo Antônio será restaurado e vai abrigar museu sobre embarcações

Forte Santo Antônio será restaurado e vai abrigar museu sobre embarcações

Um dos pontos histórico se marco da ocupação da povoação da capital maranhense, o Forte de Santo Antônioserá restaurado pelo Governo do Estado e vai abrigar um museu sobre as embarcações tradicionais maranhenses, na Ponta d’Areia.

O prédio foi construído no século XVII e é exemplar único da arquitetura militar em São Luís, sendo tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)em 1975. O Forte teve como uso mais recente, a partir da década de 1990, a instalação do Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros do Maranhão,mas atualmente está desocupado.

A obra de recuperação será realizada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e com ela o prédio terá áreas de exposição, livraria, cafeteria e auditório. O prédio abrigará também um memorial sobre a história do Forte.

A construção ocupa uma área circular, com duas edificações e uma muralha, e guarda ainda, da construção inicial,13 dos 22 canhões que eram utilizados na defesa da cidade de São Luís contra invasores e serão recolocados nas ameias (em arquitetura militar, é a abertura, no parapeito das muralhas de um castelo ou fortaleza, por onde os defensores visavam o inimigo).

O projeto de recuperação já foi aprovado pelo Iphan e está atualmente em fase de licitação para contratação da empresa executora pela Sinfra.

Além dos prédios, a obra vai incluir melhorias no entorno do Forte, que fazem parte do projeto de urbanização da Península da Ponta d’Areia. Dentre essas melhorias está a construção de um estacionamento, na área em frente ao Forte, além de calçadão e ciclovia. O orçamento previsto para a execução do projeto é de R$ 2,7 milhões, em um prazo de oito meses.

“Essa é uma importante intervenção do governo do estado, quanto à valorização de bens culturais e históricos, que turistas e maranhenses certamente vão gostar de conhecer ou relembrar, como a beleza e diversidade da carpintaria naval artesanal do Maranhão”, afirma o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto. Após a conclusão da obra, o museu das embarcações será administrado pela Secretaria de Estado da Cultura.

 

 

 

 

 

 





Notícias

greg

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

E-mail: