Dois jogos iniciados às 19h30 (de Brasília) abriram esta quarta-feira (15) de Copa do Brasil. O Fluminense recebeu o Criciúma em Mesquita (RJ), venceu por 3 a 2 e conquistou a classificação para a Quarta Fase da competição mais democrática do país. Outro Tricolor também se deu bem na noite. O São Paulo empatou em 1 a 1 com o ABC em Natal (RN) e, como havia vencido na ida por 3 a 1, ficou com a vaga. As equipes vencedoras aguardam sorteio para conhecer os adversários na próxima fase.

No Giulite Coutinho, o Fluminense entrou em campo com a vantagem do 0 a 0 pelo resultado de 1 a 1 da ida, mas não quis saber disso e precisou de apenas 14 minutos para abrir o placar. O lateral-esquerdo Léo fez boa jogada e serviu Douglas. O meia bateu bonito, colocado, para deixar o Tricolor em vantagem. O segundo veio quatro minutos depois. Raphael Silva perdeu a bola na área e derrubou Richarlison: pênalti. Na cobrança, Henrique Dourado apenas deslocou o goleiro Edson. O Criciúma não se entregou. Aos 29, Raphael Silva lançou na área, a defesa do Flu falhou e Giaretta aproveitou para descontar.

Na etapa final, o Tigre voltou melhor e pressionou, mas foi o time carioca que conseguiu balançar a rede. Com 16 minutos, Léo fez outra boa jogada pela esquerda e passou para Sornoza. O meia bateu forte e marcou o terceiro. Já nos minutos finais, aos 42, após muita pressão, o Criciúma fez mais um, com Silvinho aproveitando rebote após bola na trave. O time catarinense pressionou nos últimos instantes da partida, mas a equipe da casa soube controlar a vantagem para garantir a classificação.

No Frasqueirão, o ABC tinha uma dura missão diante do São Paulo após derrota por 3 a 1 no jogo da ida. Logo no primeiro minuto, porém, o Mais Querido encheu seu torcedor de esperança, com Márcio Passos marcando de cabeça após cobrança de escanteio. A partir daí, o Tricolor passou a dominar a partida. Aos 37, o peruano Cueva tabelou com Gilberto e deixou tudo igual. Na etapa final, o time do Morumbi controlou bem o resultado e, com exceção de uma bola na trave de Dalberto, aos 40 minutos, não teve grandes problemas para garantir a classificação.