Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

25/11/2017 - 06:53

Sao Luis: Algumas Nuvens, 25 °C

Ponto da Rede de Internet do Maranhão (Maranet) é instalado na Praça Deodoro

Ponto da Rede de Internet do Maranhão (Maranet) é instalado na Praça Deodoro

Os maranhenses que diariamente passam pela Praça Deodoro, em São Luís, estarão muito mais conectados à rede mundial de computadores com a inauguração da Rede de Internet Gratuita do Maranhão (Maranet), na tarde desta quarta-feira (12), criada pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Com isso, a população passa a contar, a partir de agora, com Wi-Fi grátis implantado pelo Governo do Maranhão. São 100 megas de internet, via fibra ótica, de alta velocidade, que possibilita a conexão de 1.200 usuários simultâneos. A iniciativa é uma ação do programa “Cidadania Digital”, que faz parte do plano de metas do governo Flávio Dino, e visa democratizar o acesso à internet em todo o estado.

De acordo com o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, a iniciativa vai beneficiar a população de São Luís, principalmente a que transita pelo Centro da capital. “A Maranet é a primeira rede de internet gratuita do Governo do Maranhão. Brevemente, vamos inaugurar mais nove pontos em São Luís e devemos também chegar a outros municípios da Região Metropolitana. Os municípios de Pinheiro, Pindaré-Mirim, Arari e Vitória do Mearim contam com a internet”, disse o secretário, reiterando que as inaugurações seguem. “Os próximos pontos serão em Codó, Caxias, Coroatá e Timon e assim devemos fechar esse primeiro ciclo até o mês de agosto. Entre setembro e dezembro queremos chegar a mais 30 municípios do estado levando inclusão digital para todos”, acrescentou.

Segundo o deputado estadual Bira do Pindaré, entregar à população um equipamento público como a Maranet é de grande relevância. “É um passo importante para consolidar aquilo que conceituamos como cidadania digital, a democratização do acesso à internet propicia um desenvolvimento social mais amplo, pois hoje a internet se transformou em um insumo importante para o desenvolvimento social, pois quase todos os serviços dependem da internet. Ter mecanismos de acessos gratuitos é fundamental, e o Governo do Estado por meio da Secti está no caminho certo. A Maranet se consolida e é uma iniciativa que demonstra força e vitalidade de um governo que tem um compromisso com a população maranhense”, destacou.

“São Luís tem se destacado a nível nacional em várias frentes em caráter de internet, das capitais brasileiras é quem consegue avançar graças à aliança com o governador Flávio Dino com o intuito de garantir políticas públicas essenciais para nossa população. Parabéns à Secti e ao secretário Jhonatan Almada. Esse mecanismo será mais um ponto de comunicação para estudantes, professores”, relatou o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro.

Para Ivaldo Coqueiro, que frequenta diariamente a Praça Deodoro, a iniciativa permite que os menos favorecidos possam ficar conectados. “Quem é frequentador desse ambiente vai poder ter acesso a internet, permite com que as pessoas recebam mais informações e isso é bom porque vai fazer com que as pessoas tomem conhecimento dos acontecimentos, aproveitem para estudar e desenvolver seus conhecimentos. É o momento em que as pessoas que têm um baixo poder aquisitivo, mas com a Maranet poderão se manter bem informadas”, contou.





Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

 


E-mail:

greg