Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

13/12/2017 - 00:44

Sao Luis: Céu Limpo, 27 °C

Comitiva do Irã visita o Porto do Itaqui em São Luís

Comitiva do Irã visita o Porto do Itaqui em São Luís

O presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago, recebeu uma comitiva da Embaixada da República Islâmica do Irã na terça-feira (3), no Porto do Itaqui.

Participaram do encontro de apresentação das potencialidades do porto o secretário da embaixada, Mohsen Shahbazi, o secretário de Estado de Projetos Especiais (SEPE), Pierre Januário, e o diretor de Operações da EMAP, José Antônio Magalhães.

Após a reunião o grupo visitou a área primária do Itaqui para conhecer de perto a infraestrutura das instalações portuárias.

Os principais focos de interesse da representação do Irã em relação ao Porto do Itaqui são o agronegócio (soja e milho), boi vivo e combustível. Vale lembrar que o primeiro navio de milho carregado pelo Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), em 2015, seguiu para o Irã.

O Irã é um importante parceiro comercial brasileiro e o Itaqui já faz alguns embarques para lá, principalmente de cereais. “O embaixador demonstrou bastante interesse em aprofundar a conversa sobre embarque de carga viva, que também é um projeto de interesse do estado e nós estamos preparando uma agenda para tratar desse assunto”, comentou Ted Lago.

As tratativas sobre potenciais parcerias estão na pauta de um novo encontro, dessa vez em Brasília, com o objetivo de dar seguimento à discussão sobre as operações de carga viva.

Em 2016 foi realizado o primeiro embarque de gado maranhense pelo Itaqui, o que movimentou R$ 42 milhões para pequenos e médios produtores em dois embarques.

As exportações de boi vivo representam um nicho de mercado que já vem sendo fomentado pelo Governo do Maranhão junto aos produtores por gerar emprego e renda. A operação beneficia toda uma cadeia produtiva que envolve pecuaristas, trabalhadores rurais, operadores de pastagem e forragem, fornecedores de produtos químicos, veterinários, vendedores, criadores e operadores portuários, entre outros.





Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

 


E-mail:

greg