Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

15/07/2018 - 17:54

Sao Luis: Nuvens Dispersas, 29 °C

Copa América Feminina: Brasil goleia Venezuela e garante vaga antecipada

Copa América Feminina: Brasil goleia Venezuela e garante vaga antecipada

A Seleção Brasileira Feminina está garantida no Quadrangular Final da Copa América 2018. Após folgar na terceira rodada do Grupo B, o Brasil goleou a Venezuela nesta quarta-feira (11), se manteve com 100% de aproveitamento e alcançou a classificação antecipada. No estádio Sánchez Rumoroso, em Coquimbo, no Chile, as brasileiras superaram as venezuelanas por 4 a 0. Os gols foram anotados por Mônica, Bia Zaneratto (2) e Marta.

A Seleção Brasileira é a líder do Grupo B da Copa América do Chile e fecha a fase de grupos contra a Bolívia na próxima sexta (13). Com três vitórias em três jogos, a equipe comandada pelo técnico Vadão tem nove pontos e 14 gols de saldo. Venezuela e Argentina somam seis pontos cada, dividem a vice-liderança e se enfrentam na última rodada. No Grupo A, a Colômbia lidera com sete pontos.

As duas melhores colocadas de cada grupo avançam de fase. No Quadrangular Final, as quatro seleções se enfrentam e a que somar mais pontos é a campeã. As duas primeiras se classificam diretamente para a Copa do Mundo da França em 2019, e a terceira disputará a repescagem com a representante da Concacaf.

O JOGO

A Seleção Brasileira fez valer a qualidade técnica para fugir da marcação adiantada da Venezuela e dominar as ações da partida. Apostando no toque de bola, o Brasil envolveu as adversárias e criou oportunidades claras logo nos primeiros minutos. Aos quatro, em boa trama coletiva pela esquerda, Cristiane tocou para Marta, que rolou para Andressinha finalizar por cima. Com a superioridade brasileira, o gol não demorou para sair. Aos 10, Marta cruzou, Cristiane ajeitou para Mônica completar para o fundo das redes, 1 a 0. Aos 15, a Venezuela tentou responder em jogada aérea, mas o desvio passou à direita da baliza de Bárbara.

Na reta final do primeiro tempo, a Seleção Brasileira voltou a pressionar e Marta ficou muito perto de ampliar aos 35 minutos. A camisa 10 recebeu dentro da área, cortou a marcação e soltou a bomba para boa defesa de Castro. O segundo gol brasileiro saiu três minutos depois em contra-ataque. Após lançamento longo de Tamires, Bia Zaneratto mostrou frieza e tocou na saída da goleira, 2 a 0. Nos acréscimos, Mônica quase repetiu a dose, mas cabeceou para fora.

Na etapa final, a Seleção Brasileira manteve o bom volume de jogo. Logo aos seis minutos, Debinha, que entrara no intervalo, tabelou com Bia, que fez o papel de pivô e devolveu para a finalização perigoda de longa distância. Aos 18, a camisa 9 deu trabalho novamente, entrou cara a cara com a goleira, mas parou nas luvas de Castro. Aos 25, foi a vez de Cristiane assustar. A camisa 11 aproveitou corte parcial da zaga e encheu o pé, mas a bola subiu demais. Dois minutos depois, Debinha invadiu a área e cruzou para Bia Zaneratto marcar novamente, 3 a 0. Aos 40, Marta deixou o dela e fechou a goleada: 4 a 0.

Com CBF.





 

 

 

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:


E-mail:

greg