Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

15/11/2018 - 00:45

Sao Luis: Céu Limpo, 27 °C

Com gol nos acréscimos, Brasil vence o amistoso sobre a Argentina por 1 a 0

Com gol nos acréscimos, Brasil vence o amistoso sobre a Argentina por 1 a 0

O Brasil venceu a Argentina por 1 a 0, faturando o troféu simbólico do Superclássico, nesta terça-feira (16), no Estádio King Abdullah, na Arábia Saudita. O gol do triunfo foi marcado pelo zagueiro Miranda, aos 47 do segundo tempo. Já nos acréscimos, o defensor subiu sozinho na pequena área e definiu o placar.

A solidez defensiva tem sido um dos pontos fortes da Seleção Brasileira desde a chegada do técnico Tite. Em quatro amistosos nenhum gol sofrido até aqui.

Neste período, o Brasil teve como duplas de zaga Marquinhos e Dedé, Marquinhos e Thiago Silva, Marquinhos e Pablo e Marquinhos e Miranda. No gol, Alisson esteve em campo duas vezes, enquanto Neto e Éderson tiveram uma oportunidade cada.

Os confrontos foram contra Estados Unidos (2 x 0), El Salvador (5 x 0), Arábia Saudita (2 x 0) e Argentina (1 x 0). No total, foram 10 gols marcados a favor, com uma média de 2,5 por jogo.

O JOGO

Brasil e Argentina não protagonizaram momentos de grandes emoções na primeira etapa. Com maior posse de bola durante todo o período, a Amarelinha optou por marcar forte a saída de bola rival. Por outro lado, os hermanos se seguravam atrás e esperavam a iniciativa brasileira. Cada equipe teve praticamente duas tímidas oportunidades. Os argentinos chegaram aos seis minutos com Lo Celso, em chute de fora da área. Depois aos 30, em falta batida por Dybala que passou perto do ângulo de Alisson. Já o Brasil quase abriu o placar com Miranda, em chute cruzado do zagueiro aos 37 minutos. Depois aos 46, quando Neymar mandou a bola na barreira em cobrança de falta.

A Argentina voltou do intervalo com outra postura, saindo mais para o jogo e pressionando o Brasil. Os primeiros 15 minutos foram de verdadeira blitz rival. Com dois minutos, Alisson defendeu cabeceio de Lo Celso. Aos cinco, Icardi recebeu em contra-ataque e por pouco não abriu o placar. Dois minutos depois, a Canarinho ainda perdeu o lateral-direito Danilo, que torceu o tornozelo e deu lugar a Fabinho.

Passada a pressão adversária, o time brasileiro começou a aproveitar melhor os espaços. Tanto que, aos 23, Richarlison, que havia acabado de entrar no lugar de Gabriel Jesus, chutou de primeira e tirou tinta da trave de Romero. Aos 25, Arthur recebeu na entrada da área e soltou a bomba. Romero praticou outra boa defesa. Na marca dos 38, Casemiro cobrou falta da intermediária e quase fez. Acontece que a partida era entre Brasil e Argentina. A emoção é certa até os últimos instantes. Já nos acréscimos, com 47 minutos, Neymar cobrou escanteio e a bola foi parar na cabceça de Miranda, que empurrou para o fundo da rede, dando o triunfo e o troféu do Superclássico à Seleção.





 

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

E-mail:

greg