Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

19/09/2019 - 05:49

Sao Luis: Céu Limpo, 25 °C

Tratamento antirretroviral eficaz impede transmissão pelo HIV

Tratamento antirretroviral eficaz impede transmissão pelo HIV

O Programa Conjunto sobre HIV/Aids, Unaids, recebeu com entusiasmo o resultado do estudo europeu Partner2, Parceiro 2 na tradução livre em português. As conclusões indicam que a transmissão pelo HIV não ocorre quando uma pessoa vivendo com o vírus está em terapia antirretroviral eficaz.

O estudo teve a participação de mil casais gays em que um dos parceiros vivia com o HIV e o outro não. Os resultados mostraram que quando uma pessoa que vive com o HIV segue o tratamento antirretroviral eficaz, tendo a carga viral suprimida, não existe transmissão do vírus entre o casal.

Notícia Excelente

O diretor executivo do Unaids disse que essa é uma “notícia excelente.” Michel Sidibé enfatizou que os resultados geram “uma mensagem forte e positiva que ajudará a reduzir o estigma em relação ao HIV e melhorar a auto-estima e autoconfiança das pessoas que vivem com o HIV.”

De acordo com o Unaids, durante os oito anos de estudo, 15 pessoas foram infectadas pelo HIV.  A triagem de vírus mostrou que nenhuma das novas infecções estava ligada aos parceiros HIV-positivos que faziam parte do estudo, mas que ocorreram com um parceiro sexual externo ao casal.

Estudo

O estudo foi realizado em 14 países europeus. Os especialistas estimam que, dentro da pesquisa, cerca de 472 transmissões pelo HIV foram evitadas durante os oito anos.

O Unaids espera que os resultados incentivem mais pessoas a fazerem testes cedo e seguirem o tratamento. Nos últimos anos, tem havido uma enorme expansão na implementação e na adoção da terapia antirretroviral.

Em 2017, das 36,9 milhões de pessoas vivendo com o HIV, 59% delas, cerca de 21.7 milhões, tinham acesso ao tratamento e 47% tinha a carga viral suprimida. Para o Unaids, esforços coordenados são necessários para garantir que todas as pessoas vivendo com o vírus tenham acesso e possam aderir ao tratamento antirretroviral efetivo.

Transmissões

Uma grande proporção de transmissões do HIV ainda ocorre antes que as pessoas saibam do seu estado sorológico. O risco da transmissão do vírus é o mais alto nas semanas e meses imediatamente após a infecção, quando a carga viral está alta e a pessoa que contraiu o vírus dificilmente sabe da contaminação, não esteja sendo tratada e não tenha a carga viral suprimida.

Segundo o Unaids, isso demonstra a importância crítica da continuidade dos esforços da prevenção do HIV, incluindo o uso de preservativos e a profilaxia pré-exposição ao HIV, conhecida como Prep, um medicamento tomado por uma pessoa HIV-negativa para prevenir a contaminação pelo vírus.

ONU News.





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg