Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

20/09/2019 - 02:47

Sao Luis: Céu Limpo, 25 °C

Maranhão conta com aplicativo sobre prevenção do HIV/Aids e ISTs

Maranhão conta com aplicativo sobre prevenção do HIV/Aids e ISTs

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) participou, nesta sexta-feira (30), do lançamento do aplicativo “Xovê, no auditório do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), em São Luís.  A iniciativa da Casa de Apoio Acolher reúne orientações preventivas sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs)/HIV e rede de atendimento.

Presente à solenidade, a superintendente de Assistência à Saúde da SES, Jamilly Matos Pontes, destacou que o aplicativo tem como objetivo levar informação de forma interativa para população. “A ferramenta é útil para a multiplicação de saberes sobre o HIV/Aids e ISTs. Todas informações contidas no aplicativo seguem aquilo que é preconizado pelo Ministério da Saúde, e somam esforços com o que o Governo do Estado tem desempenhado para conscientização e prevenção das ISTs, HIV e Aids”, frisou.

Desenvolvido em parceria com a empresa paulista Metasix, o Xovê foi idealizado pela Casa Acolher. Foram oito meses para produzir e finalizar o aplicativo. Atualmente, a ferramenta está disponível para download em smartphones com sistema operacional Android, por meio da loja de aplicativos Play Store. A Casa de Apoio Acolher funciona no bairro da Jordoa, próximo ao Hospital Presidente Vargas.

“Quando destinamos nossos esforços a tudo que fazemos, incluindo o zelo para com outras pessoas, tudo se torna mais próspero. Idealizar o aplicativo Xovê faz parte disso, que é tanto para informar como unir forças para reduzir os índices de pessoas com HIV/Aids, levando conscientização sobre a prevenção”, explicou o diretor-presidente da Casa Acolher, Paulo César Ribeiro Almeida.

A diretora geral do Hospital Presidente Vargas, Leyna Lima, disse que o aplicativo Xovê, também, mostrará para o usuário quais unidades de saúde realizam teste rápido. “A Casa de Apoio Acolher tem sido de fundamental importância para orientar e acompanhar as pessoas que vivem com HIV/Aids. A ferramenta idealizada por eles possibilita uma contribuição à mais no tocante as ações de prevenção das ISTs. Portanto, o objetivo é este, que as pessoas com mais acesso às tecnologias disponíveis nos smartphones saibam aonde buscar ajuda caso precisem”, enfatizou a diretora.

O Hospital Presidente Vargas integra a rede da Secretaria de Estado de Saúde (SES) como referência no tratamento de HIV/Aids, ISTs, doenças tropicais e tuberculose. A unidade conta com uma equipe multiprofissional, onde é feito o diagnóstico, acompanhamento médico e tratamento. Além do apoio médico especializado, o paciente recebe amparo psicológico e clínico-terapêutico.

Com o aplicativo, a população pode acessar informações como o grau de risco de contrair o vírus HIV e ISTs, orientações sobre a profilaxia pós exposição, testagem, acesso aos pontos de distribuição de preservativos masculinos e femininos, entre outros.  “É sempre bom ter algo para nos ajudar a compreender mais sobre esses assuntos, pois ajuda a quebrar barreiras e preconceitos. Infelizmente, alguns jovens não se sentem confortáveis em manter essas conversas com outras pessoas. Por isso ter uma ferramenta que nos ajude a saber como proceder é bastante positivo”, disse a estudante Danielle Cantanhede, 15 anos.

Com o tratamento, Maria Nunes, 66 anos, assistida no Hospital Presidente Vargas, conquistou mais qualidade de vida. Ela conta, ainda, com o apoio da Casa Acolher. “Desde quando cheguei na Casa fui recebida de braços abertos. São pessoas que dão todo apoio, carinho e amor que os usuários precisam tanto quando recebem o diagnóstico como durante o tratamento”.

Com informações do Governo do Maranhão.

Foto: Divulgação.





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg