Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

20/09/2019 - 02:12

Sao Luis: Céu Limpo, 25 °C

Dispositivos com USB 4.0 devem começar a chegar em 2020

Dispositivos com USB 4.0 devem começar a chegar em 2020

Estão definidos os parâmetros técnicos que ditarão as normas de criação de dispositivos USB 4.0, o próximo passo evolutivo na tecnologia inventada pelo arquiteto de hardware Ajay Bhatt. Segundo o Fórum de Implementadores de USB (USB-IF, na sigla em inglês), entidade que regulamenta o padrão de conexão, é possível que já tenhamos dispositivos que adotem os novos padrões de design em algum momento de 2020.

O maior diferencial da tecnologia frente à atual USB 3.2 é a velocidade de transferência de arquivos de até 40 Gbps, igualando o limite estabelecido pela conexão Thunderbolt 3 e duplicando o padrão atual.

O USB 4.0, segundo determinou o Fórum, usará o mesmo padrão de conexão visto nos cabos USB-C, com retrocompatibilidade com os formatos 3.2, 2.0 e Thunderbolt 3, efetivamente universalizando a tecnologia para mais dispositivos no mercado. Como uma similaridade com a conexão atual, o USB 4.0 também será apto para transmissão de dados e imagens, então é seguro esperar que as fabricantes coloquem nas prateleiras monitores com entradas para esse padrão, além do HDMI.

A chegada da nova tecnologia vem em boa hora: atualmente, o USB 3.0 é em partes iguais uma dádiva e uma maldição para quem atua no setor. Por um lado, ela tem a ambiguidade de transferir dados e imagens; por outro, ela trabalha apenas com a metade da velocidade da rival Thunderbolt 3. Com o novo padrão, a ideia do Fórum é mesclar ambas as qualidades, tornando a tecnologia mais pulverizada por diversos dispositivos.

Para o usuário comum, isso deve se traduzir em transferências mais rápidas de arquivos e reproduções de vídeo mais finas e aprimoradas.

Canaltech; Engadget.

Foto: Reprodução.

 





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg