Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

24/08/2019 - 10:39

Sao Luis: Pequenas Nuvens, 29 °C

Estudo revela que a água sanitária pode matar a larva do mosquito da dengue

Estudo revela que a água sanitária pode matar a larva do mosquito da dengue

Um estudo encomendado pela Abiclor (Associação Brasileira das Indústrias de Álcalis, Cloro e Derivados), revelou que o uso da transmissor da dengue. De acordo com os resultados da pesquisa, 10ml de água sanitária em concentração de 2,5, adicionadas a cada litro de água tratada são suficientes para matar em até 24 horas a larva do mosquito.

O estudo mostra ainda que a mesma solução, aplicada nos focos de criação do mosquito, como vasos de plantas, mantém-se ativa por 20 dias. Isso é possível devido ao alto poder residual do cloro que permanece ativo, mantendo a desinfecção da água durante esse período.

Além de verificar caixas d’água, garrafas, pneus e todo local que venha a se transformar num eventual depósito de água, os pesquisadores alertam para os cuidados que a população deve ter com plantas e flores. Bromélias, por exemplo, tendem a acumular água entre suas folhas tornando-se potenciais focos para o mosquito depositar os seus ovos. Os riscos podem ser eliminados, no entanto, utilizando-se a água sanitária diluída à água usada para regar as plantas. A proporção é a mesma: 10 ml para cada litro de água. Seguindo essas recomendações, os pesquisadores garantem que a mistura não fará mal às plantas e evitará o desenvolvimento da dengue.

ESALQ/USP
 





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg