Amazon Music chega ao Brasil integrado ao Prime

Depois de anunciar a chegada do Prime no Brasil, agora a Amazon também trouxe para o nosso mercado o Music, seu serviço de streaming de áudio. O serviço conta com um catálogo de 50 milhões de músicas e não possui uma versão gratuita, como o Spotify.

A plataforma chega com duas opções de assinatura de nomes bastante confusos entre si. Por isso, vamos explicar cada uma delas.

O Amazon Music é o nome da plataforma propriamente dita. A primeira forma de assinatura se chama Music Prime. Aqui, qualquer usuário que já participa do Amazon Prime pode ter acesso a um catálogo de 2 milhões de músicas sem ter de pagar mais por isso.

Contudo, para ter acesso a todo catálogo premium, é preciso assinar o Music Unlimited. Nesta opção, é possível ter acesso aos 50 milhões de músicas que o acervo da Amazon possui.

Este pacote custa R$ 16,90 por mês no plano individual e R$ 25,90 no familiar, para até 6 contas. Ainda, é possível optar por um plano anual, com desconto. Assim, o individual sai por R$ 169 e o familiar por R$ 259 ao ano.

A empresa também criou alguns álbuns e playlists voltadas especialmente ao mercado brasileiro. “O lançamento de hoje representa um grande passo para o Amazon Music, já que o Brasil é um dos destinos musicais mais importantes no mundo”, afirma Federico Pedersen, Gerente Geral do Amazon Music para a América Latina. “Nosso time local vem trabalhando fortemente para oferecer uma seleção de playlists e estações que representam a variedade única da música brasileira e mal podemos esperar para que novos assinantes comecem a ouvi-las hoje”.

A plataforma chega ao nosso território com músicos como Pabllo Vittar, Post Malone, Ivete Sangalo, Billie Eilish, Gustavo Mioto e mais no plano Unlimited.

A plataforma permite fazer o download de álbuns para execução offline e é compatível com iOS e Android, Mac, PC e Fire TV Stick.

Vale lembrar que o Amazon Prime chegou ao Brasil pelo preço de R$ 9,99. Neste pacote, usuários têm frete grátis em compras na loja, acesso a filmes e séries no Amazon Prime Video e alguns títulos na biblioteca do Kindle.

Canaltech.

Foto: Reprodução/Amazon.

Conteúdo relacionado